Voltar

APDL prolonga Trabalhos de Manutenção da Ponte Móvel de Leixões

A Administração dos Portos do Douro, Leixões e Viana do Castelo (APDL) anuncia que a Ponte Móvel do Porto de Leixões, encerrada para realização de trabalhos de manutenção, irá prolongar o período de interrupção que se iniciou a 30 de março, até que estes trabalhos se encontrem concluídos e seja garantido o bom funcionamento e a segurança de operação do equipamento.

De facto, os trabalhos de manutenção preventiva, no âmbito desta interrupção, já foram realizados e decorreram com sucesso, tendo incluído a mudança do cilindro do lado Norte/Nascente e da rótula Sul/Nascente (única que ainda não tinha sido objeto de substituição).

Não obstante os trabalhos efetuados, durante os testes finais, foi detetada uma anomalia no cilindro Norte/Poente, que obrigará à substituição de uma das suas rótulas, operação sem a qual não é possível concluir sobre a génese da patologia que impede o normal funcionamento desta infraestrutura.

Nesta conformidade, a Administração da APDL entendeu proceder de imediato à substituição daquela peça e à afinação do respetivo sistema hidráulico que aciona o funcionamento dos cilindros, na convicção de que, com esta diligência, ficará reposta a normalidade.

 

Tudo isto sem prejuízo do que vier a ditar o relatório do Grupo de Trabalho multidisciplinar que integra as empresas que estão na génese da construção da ponte, que ficará concluído no final do corrente mês.

Recorda-se que o Grupo de Trabalho em questão, liderado pelo INEGI, tem como missão a elaboração de diagnóstico da causa das avarias prematuras que têm vindo a ocorrer através da instrumentação e modelação provisória com simulações em computador e, com base no referido diagnóstico, a elaboração de um plano que permita, no futuro, antecipar avarias através de uma manutenção informada e planeada.

Consciente dos constrangimentos que o prolongamento da interrupção do trânsito causa na comunidade, a Administração da APDL continuará a assegurar gratuitamente o transporte de transeuntes entre Matosinhos e Leça da Palmeira, sendo o trânsito automóvel direcionado para o viaduto da A28.

O transporte entre as margens continuará assegurado por autocarros fretados pela APDL para o efeito, que vão funcionar durante 24 horas, de 10 em 10 minutos durante o dia (das 7h00 às 22h00) e de 20 em 20 minutos durante a noite (das 22h00 às 7h00).

As paragens situam-se, em Matosinhos, no acesso nascente à Ponte Móvel (junto à paragem da MARÉ) e, em Leça da Palmeira, por baixo da Ponte (junto à paragem dos STCP).

A APDL lamenta os transtornos causados por esta intervenção e agradece a compreensão da população por um período de mais três semanas.

 

Abril 2021