Voltar

Via Navegável do Douro e Porto de Leixões recebem visita dos portos fluviais do Rio Reno

Recentemente, a Via Navegável do Douro e o Porto de Leixões receberam a visita de uma delegação dos portos do rio Reno, localizados da região de Baden-Wurttemberg, na Alemanha, e na Suíça. A iniciativa pretendeu dar a conhecer a realidade do transporte de carga na via fluvial portuguesa e aproximar as equipas dos portos do interior da Europa.
 

Para além do Porto de Sardoura, em Castelo de Paiva, a delegação, composta por representantes e diretores dos portos de Estugarda, Mannheim e Kehl, da Alemanha, bem como do porto de Basileia, na Suíça, aproveitou para conhecer também o método operacional de Leixões, fazendo uma visita guiada por toda a infraestrutura portuária.
 
Para a Administração dos Portos do Douro, Leixões e Viana do Castelo (APDL), "estas visitas são fundamentais para potenciar o networking e o intercâmbio de estratégias entre equipas e, simultaneamente, defender os interesses dos portos do interior da União Europeia."
 
A iniciativa foi organizada pela European Federation of Inland Ports (EFIP), organização que reúne cerca de 200 portos e autoridades portuárias de 17 países da União Europeia e Suíça e que tem como objetivo promover o papel dos portos do interior da Europa, destacando-os como verdadeiros pontos intermodais na cadeira de transportes e logística, que combinam o transporte ferroviário, rodoviário e marítimo.
 
Recorde-se que um dos desígnios da APDL para a Via Navegável do Douro, que está desde 2015 sob a sua jurisdição, passa também por dotar este canal das infraestruturas e condições de segurança necessárias para a colocar em patamares de qualidade e segurança de acordo com os standards exigidos a nível europeu no contexto da rede principal das RTE-T, reforçar o crescimento regional, contribuindo para a captação de fluxos turísticos e criar para a indústria local, uma alternativa de transporte sustentável e limpa.

 

Junho 2018